De poetazarolho a 26 de Agosto de 2011 às 00:20
“Adivinha”

O poder ofusca a razão
Política é o complemento
O capital é o condimento
E o ex-líbris é a corrupção

Passas a ser moeda de troca
De equilíbrios impossíveis
Os danos não são visíveis
Porque o mal não te toca

Vives na redoma de vidro
Blindado pela economia
És a nossa maior desilusão

Lixas o mais desfavorecido
Aquele que já não podia
E que faz das tripas coração.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres