5 comentários:
De PaperLife a 24 de Agosto de 2011 às 16:49
De nada, ora essa... obrigada eu ^^
E se precisares de alguém, seja para o que for, conta comigo ;)
Adorei o post :')
De Súh (My Secret) a 25 de Agosto de 2011 às 11:19
Muito obrigada... digo-te o mesmo!

Se precisares estou aqui (: .... já sabes!

Muito obrigada pela visita ^^
De poetazarolho a 24 de Agosto de 2011 às 22:51
“Triunfo”

O mais importante é triunfar
Comunicando assertivamente
Contando mentiras à gente
Ou mesmo sem comunicar

Contam connosco seguramente
Que nós vamos comer e calar
Para que tenham triunfo impar
Pois que quem cala consente

Quando chegarem triunfantes
Lembrem-se dos que calaram
Dos que comeram sem comer

E por vós seguiram confiantes
Que sem acreditar acreditaram
Dando-vos o triunfo por sofrer.
De poetazarolho a 26 de Agosto de 2011 às 00:20
“Adivinha”

O poder ofusca a razão
Política é o complemento
O capital é o condimento
E o ex-líbris é a corrupção

Passas a ser moeda de troca
De equilíbrios impossíveis
Os danos não são visíveis
Porque o mal não te toca

Vives na redoma de vidro
Blindado pela economia
És a nossa maior desilusão

Lixas o mais desfavorecido
Aquele que já não podia
E que faz das tripas coração.
De poetazarolho a 29 de Agosto de 2011 às 16:21
“Ladrões de mundo”

Os que te roubaram o mundo
Ficaram com mundo demais
Eu estudei-os muito a fundo
E verifiquei que são mortais

Levam muito mundo em cima
Do teu, meu e também do deles
Nós cumprimos a triste sina
Três palmos de um mundo reles

No teu mundo foste a mais bela
Que à soleira da porta sentada
Nessa noite estrelada e imensa

Te assalta interrogação singela
Feliz no teu mundo, que é nada
Muito mais mundo compensa?

Comentar post